segunda-feira, 29 de junho de 2015

Portugal Premium - Virada Cultural 2015

Entre os dias 18 a 21 de junho, aconteceu em São Paulo capital a iniciativa Portugal Premium, com o objetivo de apresentar o que melhor se faz em Portugal na área da alimentação; mais um dos inúmeros fomentos deste fantástico pais que privilegia a proximidade entre os mercados  Portugal-Brasil trazendo ao público profissional e consumidor final a oportunidade de experimentar essas sensações enogastronômicas da melhor maneira possível: comendo e bebendo, e eu, estive então presente no espaço Portugal Premium na Virada Cultural no Parque do Ibirapuera, no Pavilhão das Culturas Brasileiras no dia 21 de junho, participando do showcooking ministrado pelo célebre chef Hélio Loureiro, onde os pratos elaborados por ele foram harmonizados com Vinho Verde, confirmando mais uma vez porque a harmonização cultural clássica é tão perfeita, ou seja, comida e bebida regional, como se fossem almas gêmeas. Os pratos estavam impecáveis e os vinhos também, porém, falando em vinhos, tinha um espaço destinado aos produtores de alimentos e vinhos portugueses, sendo assim ainda tive a oportunidade também de degustar algumas jóias portuguesas e vou mostrar à vocês: vamos então para os vinhos?


Produtor: Viteno - Comércio de Bebidas Lda (sem importador no Brasil)
Produtor: Palato do Côa (sem importador no Brasil).
Uma grande surpresa degustar vinhos de tamanha qualidade e sem importação direta para o Brasil. Brancos frescos, frutados e muito elegantes; tintos equilibrados, redondos e de sabores persistentes.

1) Adaga Vinho Verde DOC 2014 - 100% Loureiro
Amarelo palha brilhante com reflexos verdeais. No nariz notas florais, minerais, frutas citrinas com muita expressão de limão. Tem muita tipicidade e não faltou tampouco "toque agulha" o qual sempre espera-se sentir em Vinhos Verdes. Encantador!

2) Parceria Branco Douro 2014 - Castas: Códega do Larinho, Rabigato e Viosinho.
Amarelo palha brilhante citrino. No nariz frutas tropicais intensas, notas minerais e frutas citricas. Na boca é fresco, frutado e muito delicioso.

3) Palato Branco 2013 - Castas: Rabigato,Viosinho e Vinhas Velhas.
Amarelo citrino brilhante. No nariz há muita intensidade de frutas tropicais e notas minerais. Seu retrogosto é frutado, confirmando as notas olfativas e de ótima persistência em boca. Confesso dizer aqui  não saber qual foi o melhor branco que provei. Amazing!

4) Parceria Tinto Douro 2012 - Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz.
De cor vermelho rubi intenso e brilhante. Na boca revela frutas vermelhas, especiarias e um aroma de bala toffee incrível.Taninos macios e muito equilíbrio. Muito gostoso!

5) Palato do Côa Reserva 2011
Vermelho rubi intenso e brilhante. No nariz expressa notas de frutas vermelhas e pretas, alguma especiaria e aromas tostados. Um vinho frutado, intenso e muito equilibrado e que certamente ainda pode melhorar com alguns anos de guarda (se já está maravilhoso hoje, imagina daqui cinco anos?)

Gostaria de falar também de um outro produtor, o Dona Maria do região do Alentejo, portanto deixarei para uma próxima publicação!

Até o próximo post!
Vanda Meneguci.